Síndrome Navicular

Síndrome Navicular

A Síndrome Navicular ou podotrocleose, é uma das causas mais comuns de claudicação progressiva relatada em membros anteriores de cavalos, principalmente os de esporte, com idade entre 4 à 15 anos.

Tal síndrome acomete o osso navicular (osso sesamoide distal), localizado atrás da articulação interfalangeana distal, e as estruturas adjacentes a ele. Os cavalos com essa síndrome tem um tipo de andadura arrastada e tendem à usar e gastar a pinça do casco, levando os talões à crescer demais.
Isto leva à uma mão ficar com aparência menor, erguida e contraída. A causa exata desta síndrome ainda é desconhecida, apesar de existirem muitas teorias desenvolvidas a respeito.
Cavalos com conformação elevada, casco pequeno ou que são forrageados incorretamente, são os que apresentam maior risco de desenvolver a Síndrome, visto que eles transmitem um peso e uma pressão maior sobre o osso navicular, forçando-o contra o tendão flexor digital profundo que está tenso durante o caminhar, precipitando uma claudicação crônica.
O diagnóstico é baseado nos dados clínicos e exames complementares, como o radiográfico. Por ser uma condição multifatorial, existem diversos meios de tratamento,sendo que o mais importante é o correto ferrageamento.
O prognóstico deve ser reservado para todos os casos, mas com o advento de novas terapias medicamentosas, um melhor prognóstico pode ser previsto para o futuro.

Werner Medeiros Riekes
Médico Veterinário
CRMV-SP 27755
11-9.9226-5589
11-9.9550-5669